Carregando Eventos
30 maio 2019

Hegemonia cultural e o recado do Mano Brown

Mesa

Guilherme Wisnik
Sabrina Fernandes
Taliria Petrone

Mediação
Edison Urbano (Edições Iskra)

“Se não consegue falar a língua do povo, vai perder mesmo”, alertou o rapper Mano Brown em um comício do Partido dos Trabalhadores na dramática campanha eleitoral de 2018. Em meio ao advento de um populismo de extrema direita marcado por uma perseguição ideológica contra todo tipo de compromisso civilizatório e democrático, é urgente nos perguntarmos de que maneira pode a esquerda pensar projetos e processos políticos inovadores. E, acima de tudo, em como comunicá-los de maneira apaixonante. Fica a questão: será que a esquerda sabe criar memes?